Tratamento da lagarta do pinheiro

A fim de preservar a saúde das árvores das Avenidas Novas e prevenir problemas de saúde pública, a Junta de Freguesia procede sazonalmente a tratamentos fitossanitários, optando por técnicas inovadoras.

Esta semana, foram tratados 14 pinheiros e um cipreste no controlo da praga da processionária, vulgarmente conhecida por lagarta de do pinheiro. Esta praga pode provocar graves reações alérgicas em pessoas e animais, sendo fundamental a sua prevenção especialmente em ambientes urbanos.

A técnica utilizada, por endoterapia, que consiste na injeção de um produto fitofarmacêutico (com base de abamectina) no tronco da árvore, é segura, ecológica e eficaz.

IMPORTANTE – Considerando que não existem informações técnicas suficientes que permitam excluir a possibilidade da presença de resíduos de abamectina no pinhão, prejudiciais à saúde, determina-se que não se deve proceder à recolha de pinhas nem ao consumo dos respetivos pinhões.

As árvores tratadas localizam-se no cruzamento da Av. das Forças Armadas com a Av. dos Combatentes (junto ao Sana Metropolitan Hotel), no pátio da Escola Mestre Arnaldo Louro de Almeida e no talude junto ao Túnel do Rego (por trás do Hospital Curry Cabral)

As árvores não só embelezam a nossa Freguesia como são fundamentais para a manutenção do meio ambiente, contribuindo para combater as alterações climáticas através da captura do dióxido de carbono. A saúde das nossas árvores é a nossa saúde.