Árvore das Avenidas – Julho – Tipuana tipu

De todas as espécies de árvores existentes nos arruamentos das Avenidas Novas a tipuana é sem dúvida a mais imponente, quer pelo seu grande porte, quer pela intensa floração amarela que apresenta durante a primavera e início do verão.

 

Conhecida como Tipuana ou Acácia tipuana tipú, é originária da América do Sul, do norte da Argentina e da Bolívia. Os climas preferidos desta planta são o temperado, tropical e o subtropical, tornando-se capaz de suportar longas estiagens.

 

Entre os meses de maio e junho, as Avenidas Novas ficam floridas graças a esta espécie de grande porte, especialmente a Avenida Elias Garcia, a Avenida Conde Valbom e a Praça Duque de Saldanha, contando alguns exemplares já mais de 70 anos de idade.

 

Sendo usadas principalmente na arborização urbana, precisam de muito espaço para se desenvolverem em todo o seu esplendor, dado que são árvores robustas, de copa frondosa e de grande porte.

 

O tronco apresenta casca cinzenta escura, de superfície rugosa e fissurada, que em meio natural serve para a fixação de plantas como orquídeas, bromélias e samambaias. As folhas são grandes, compostas por numerosos folíolos oblongos e verde médio. A floração é composta por inflorescências pendentes com numerosas flores em amarelo forte. Os frutos são do tipo vagem, alados, que permite a sua dispersão pelo vento.

 

De crescimento rápido, em arruamento deverá ser conduzida com podas de formação para que a sua copa seja elevada, deixando a primeira bifurcação alta, uma vez que a sua tendência natural é a de ter ramos pendentes, muito baixos que chegam a tocar o chão.

 

As suas raízes fortes e superficiais podem provocar danos em pavimentos e muros, daí ser necessário ter bastante espaço para se desenvolver. Tem alguma suscetibilidade a pragas de insetos que as parasitam excretando um líquido pegajoso, as denominadas meladas.

 

 

Ficha Técnica

Nome científico: Tipuana tipu

Família: Fabaceae

Origem: Argentina, Bolívia

Nome vulgar: Tipuana ou Acácia tipuana tipú

Ciclo de vida: Árvore de folha caduca ou semi-caduca.

Propagação: Semente.

Época de plantação: Outono ou primavera.

Época de Floração: Primavera e verão.

Cor de floração: Amarelo dourado.

Época de poda: meados de março a fim de abril.

Altura:15-20 metros – excecionalmente pode alcançar mais de 30 metros.

Distância de plantação mínima: 10-12 metros.

Condições de cultivo: Pleno Sol. Prefere solo fértil, bem drenado e com alguma matéria orgânica.

Utilização: Arruamento ou isolada. É uma árvore muito ornamental e de crescimento rápido.

Manutenção: Quando na fase de instalação necessita ser regada com alguma frequência. Prefere climas quentes, mas tolera o frio.