Deteção e encaminhamento de situações de alteração na saúde mental

Uma boa saúde mental é fundamental para uma vida plena. Num momento em que a saúde mental da população poderá estar vulnerável, realizou-se na passada terça-feira uma ação de sensibilização, no âmbito da Comissão Social de Freguesia – grupo de famílias, jovens e crianças – para a deteção e encaminhamento de situações de alteração na saúde mental de crianças e jovens. A ação, que decorreu no auditório do Movimento de Defesa da Vida, contou com a presença de técnicos que formam este grupo de trabalho, das diferentes entidades com intervenção na Freguesia de Avenidas Novas, bem como de psicólogos, professores, agentes das forças policiais, assistentes sociais e dinamizadores comunitários.

O Dr. Pedro Caldeira da Silva, pedopsiquiatra e diretor clínico do CADIn, IPSS que trabalha na área do neurodesenvolvimento e da inclusão, abordou a temática, que tinha como principal objetivo a capacitação de técnicos de primeira linha na deteção e encaminhamento das situações referidas, numa intervenção que se revelou uma mais-valia para todos os presentes, ficando os técnicos munidos de estratégias que permitem o alerta face a determinados comportamentos da criança ou do adolescente. Esta ação contribuiu ainda para o conhecimento sobre “o normal e o patológico” na infância e adolescência.